OLHEM O QUE VAI SAIR, MEU DEUS –

OLHEM O QUE VAI SAIR, MEU DEUS – VEJA O VÍDEO

OLHEM O QUE VAI SAIR, DESSA UNHA ENCRAVADA – VEJA O VIDEO A BAIXO

Ter uma unha encravada é algo extremamente desconfortável e doloroso. Além de prejudicar as atividades cotidianas, pode causar infecções e complicações se não tratada corretamente. Neste artigo , vamos explorar os perigos e consequências de uma unha encravada, bem como algumas opções de tratamento para aliviar a dor e prevenir problemas mais graves. Acompanhe até o final e assista ao vídeo abaixo para saber mais sobre como lidar com esse problema tão comum.

Unha encravada – ‘onicocriptose’

A unha encravada é um problema de saúde comum, afetando pessoas de todas as idades e gêneros. Alguns fatores de risco incluem uso de sapatos apertados, corte de unhas incorreto e problemas de pé, como deformidades e curvaturas. É importante tratar a unha encravada o mais rápido possível para evitar infecções e complicações mais sérias. OLHEM O QUE VAI SAIR NO VIDEO, NA PROXIMA PAGINA !

A ‘onicocriptose’, termo científico para a unha encravada, e significa unha escondida. A unha encrava acontece quando as bordas, quando crescem, penetram a pele. E geralmente ocorrem comumente no primeiro dedo do pé, o tão conhecido dedão. Essa situação acontece pela elevação na pressão sobre a unha.

Existem diversas opções de tratamento para a unha encravada, desde remédios caseiros até procedimentos cirúrgicos. Para casos menos graves, é possível aplicar compressas quentes e usar antibióticos tópicos para reduzir a dor e a inflamação. O uso de sapatos confortáveis e a correta higiene dos pés também são medidas importantes para prevenir a unha encravada.

Os sintomas da unha encravada são dor, dedo inchaço e vermelhidão nos cantos que, podem, devido a inflamação, produzir muito pus na região.

Causas:

  •  Sapatos muito apertados, e o bico fino;
  • Pratica de corrida ou outros esportes que geram trauma nas unhas dos pés;
  •  uso de meias com material grosseiro ou muito apertadas;
  •  Unha muito larga ou desviada pode colaborar na compressão pelo sapato;
  •  Erro ao cortar as unhas, cortando em forma arredondada os cantos.

Outras causas, como anomalias no formato da unha contribuem para que a unha fique encravada.

Tratamento:

O tratamento para recuperar a unha, em casos mais simples pode ser feito sem cirurgia, caso o problema esteja no início. E nessas situações mais leves,  o uso das órteses (um tipo de aparelho) ou a utilização de algodão para afastar a ponta de unha da pele, podem solucionar o problema.

Avalie esta receita





Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *